07/12/2017 às 15:37
Concluída primeira obra social do grupo “Amigas do Bem”
Concluída primeira obra social do grupo “Amigas do Bem”
As “Amigas do Bem” presentes no jantar de quarta-feira Crédito das fotos - José Grisolia Filho/AN

O grupo de mulheres “Amigas do Bem”, apresentou quarta-feira, durante concorrido jantar no Regimento Dragões do Rio Grande, os resultados de sua primeira campanha em favor do Hospital São Luiz Gonzaga: a reforma de um quarto, com quatro leitos, na ala de atendimento a segurados do SUS. O cerimonial foi conduzido pela jovem Amanda Juchem Parcianello, o que fez com desembaraço e clareza. Lembrou que o grupo “Amigas do Bem” reúne mulheres de São Luiz Gonzaga decididas a assumir lutas da comunidade em favor do bem-estar da população, sendo escolhida a área da saúde como preferencial para suas ações. O comandante do 4º RCB, coronel Marcus Vinicius Scussiato Pimentel, convidado a se pronunciar, disse que o Regimento Dragões do Rio Grande estava acolhendo uma iniciativa social da comunidade, salientando que acolhia com alegria aquela promoção, porque conhecia o valor de quem promovia e sabia avaliar os resultados alcançados.
Coube ao engenheiro José Antônio (Piti) Flach Werle, na condição de coordenador do projeto de revitalização de um quarto com quatro leitos na ala do SUS, no Hospital São Luiz Gonzaga, fazer a apresentação detalhada do trabalho realizado. Inicialmente, foi apresentado um vídeo mostrando o antes e o depois das obras, com texto do jornalista Emerson Scheis e imagens de Perazollo, e que está rodando na internet. Foram feitos novo forro, novo reboco nas paredes, novo piso, novas aberturas, instalação de climatizadores e tubulação de oxigênio junto aos quatro leitos, com paineis indicativos das funções a serem acionadas.
A obra, sem o custo das quatro camas novas, oferecidas pelo próprio Hospital, exigiu um dispêndio de R$ 23.000,00, sendo R$ 15.400,00 de obras e R$ 7.700,00 do sistema de oxigênio. As obras foram realizadas em cinco semanas. O projeto é do arquiteto Helcio Medeiros, e a planta de engenharia, do engenheiro Daniel Almeida, que administrou o empreendimento. O trabalho desses profissionais foi voluntário.
As mulheres que compõem o grupo “Amigas do Bem” foram apresentadas aos presentes no jantar. A coordenadora do grupo, Cláudia Juchem Parcianello, estava emocionada com o resultado alcançado na primeira ação do grupo. A repercussão foi tamanha, que a campanha pró-reforma da ala de hospitalização dos segurados do SUS foi ampliada com entidades e pessoas assumindo a revitalização de mais seis quartos do SUS, no Hospital local: da Unimed; da odontóloga Juliana Buchorn e o médico Auri Almeida; do grupo “Mulheres do Agronegócio”, formado por Ana Mattioni, Josiane Mattioni, Mara Giovelli, Rosangela, Michele e Marilene Costa Beber; de Ludmila Vieira Marques e Samantha Marques; dos médicos Luciano, Paulo Miranda, Ieda e Ricardo; e os médicos, Amândio, Sara e Alda, com o empresário José Guedes.
Empolgada com esse resultado, Cláudia Parcianello disse que as “Amigas do Bem” se sentiam plenamente atendidas em seu propósito de servir, ajudar e comprometer-se com obras sociais que ajudam muitas pessoas na realização de seus projetos de vida. Ela espera que o futuro reserve muitas outras vitórias para São Luiz Gonzaga, à medida em que o espírito solidário assume posição cada vez mais nobre nos corações da nossa gente.
O jantar teve uma entrada, servida nas mesas, com porções verdes e fatias de frutas. Em seguida, todos se dirigiram aos bufês, finalizando com outro bufê, de doces. Em cada mesa, um envelope estava disponível ao recebimento de doações de valores à formação de recursos para continuar as reformas na ala do SUS no Hospital. Rifas foram oferecidas e, ainda, feitos diversos leilões. Música ao vivo animou a noite, inclusive show de interpretação com saxofone de parte do empresário Fábio Sauer Kreuz. O jantar teve a presença de 320 pessoas.

 

Comentários

Nenhum Comentário. Deixe o seu comentário!

Mais notícias em Geral