08/08/2018 às 10:52
Óculos vendidos no comércio informal podem causar danos à visão

 Uma campanha para alertar a população contra o uso de óculos falsificados, foi lançada nesta segunda-feira, pelo Sindicato do Comércio Varejista de Material Óptico, Fotográfico e Cinematográfico do Rio Grande do Sul (Sindióptica/RS) em parceria com o Procon Porto Alegre. O objetivo da campanha é de alertar o consumidor na hora de adquirir óculos de sol no comércio informal da cidade, o que pode acarretar danos à visão, já que estes produtos não filtram os raios ultravioleta, como os produtos licenciados e vendidos no comércio formal.

Grandes, pequenos, coloridos e  discretos. Óculos para todos os gostos são atração no comércio informal de todas as cidades do Estado, e, como se não bastasse o comércio dos óculos de sol, os camelôs de cidades maiores têm investido também na venda das lentes com grau. Para muitos consumidores, os produtos piratas são acessíveis ao bolso, mas especialistas alertam que o uso sem orientação adequada, pode se tornar uma armadilha para os desavisados.

Imagine errar o degrau ao descer a escada ou jogar fora uma joia que você achou que tinha guardado na caixinha? A distorção das imagens, que leva a pessoa a ver coisas onde elas não estão, é apenas um dos problemas causados pelos óculos de grau piratas. Mas há outros danos piores à saúde de quem compra o produto de péssima qualidade, sem a receita do oftalmologista, obtida após consulta médica.

Catarata e degeneração da retina

O uso de óculos de sol, adquiridos de ambulantes irregulares, pode ter consequências a longo prazo para quem vai às compras de produtos tão específicos, pensando apenas em pagar o menor preço possível. Além de mascarar uma doença ocular, acessórios que não protegem os usuários da ação de raios ultravioletas e infravermelhos podem acelerar o surgimento da catarata e causar degeneração da retina, segundo a oftalmologista do Hospital de Clínicas e professora da Faculdade de Medicina da UFRGS, Diane Marinho.

A oftalmologista ressalta também a importância da consulta ao oftalmologista por um motivo fundamental:

- Cada pessoa precisa de uma receita, pois a distância entre o nariz e o centro dos olhos (naso-pupilar) é diferente de uma para outra. Por isso, segundo ela, esses óculos não resolvem o problema e ainda podem acobertar outros. Segundo a médica, eles não causam apenas dor de cabeça, náusea, desconforto e cansaço no final do dia. - Se a pessoa tem pressão alta no olho ou catarata, só o oftalmologista poderá dizer se ela está com alguma doença ou ficando cega - afirma Diane.

O uso de lentes de óculos inadequadas pode causar cansaço visual, dores de cabeça, náuseas, vermelhidão nos olhos, tonturas, além de concorrer para o surgimento de doenças na visão. Uma delas é glaucoma, que atinge o nervo óptico e pode provocar cegueira.

 

Comentários

Nenhum Comentário. Deixe o seu comentário!

Mais notícias em Geral