06/11/2018 às 08:25
Segunda edição da “Trilha dos Santos Mártires de Bike” encerrou no domingo, depois de 170 Km percorridos pela região missioneira
Segunda edição da “Trilha dos Santos Mártires de Bike” encerrou  no domingo, depois de 170 Km percorridos pela região missioneira
A saída do grupo no Passo do Padre, em São Nicolau

 De 2 a 4 de novembro, a Associação dos Amigos da Trilha dos Santos Mártires e Associação Pró-Giro Bike Clube, realizaram pela segunda vez, a “Trilha dos Santos Mártires de Bike”, quando ciclistas percorreram os 170 Km entre Santo Izidro, em São Nicolau, e o Santuário do Caaró, em Caibaté. A trilha foi idealizada pela Associação dos Amigos da Trilha dos Santos Mártires e é realizada há 18 anos a pé, e há nove anos a cavalo. Agora, pela segunda vez, foi realizada de bike.

Ancorada em três pilares, que são a espiritualidade, a preservação do meio ambiente e a religiosidade, a trilha faz com que os participantes tenham uma experiência ímpar no decorrer do percurso. “Nos faz refletir sobre muitas coisas que passamos enquanto desafiamos nossos próprios limites diante das dificuldades; nos permite criar e fortalecer laços de amizade com os que estão ao nosso lado; aprendemos a valorizar o quanto é importante termos amizades e poder contar com pessoas que estão ao nosso lado e aprendemos a cuidar do nosso planeta, da nossa Terra, a qual, como diz o prof. Inácio Bieger, somos apenas inquilinos e precisamos cuidar para que os que vem logo depois de nós, possam desfrutar dessa casa. Aprendemos também, o quanto está presente a energia, a proteção e os ensinamentos de nosso Deus, pois a cada desafio, a cada abraço, a cada palavra de incentivo, a cada consolo, éramos só um enviado transmitindo a presença de Deus”.

“Dificilmente conseguiria transmitir aqui para os leitores, a emoção que sentimos ao concluir a trilha no Santuário do Caaró. As lágrimas, os sorrisos, os abraços, as dores no corpo que estavam ali, mas que nem conseguíamos sentir diante de tanta emoção. Quisera poder publicar aqui, as palavras que cada um dos participantes colocou no nosso grupo, manifestando seus sentimentos de realização. Portanto, repito aqui o que foi dito, lá, diante da capela, por todos juntos, com as mãos para o alto, com o resto de força que ainda tínhamos, MUITO OBRIGADO”.

“Muito obrigado amigos da trilha, Lisboa, Inácio, Artur e Ivanete, que nos deram todo o apoio que poderíamos precisar, logístico e cultural; ao professor Charley, pela esclarecedora palestra sobre a história dos Santos Mártires, o que permitiu um melhor entendimento do que estávamos vivenciando. Obrigado a todas as comunidades que tão bem nos receberam e nos acolheram por onde passamos, fazendo com que nos sentíssemos em casa. Obrigado ao amigo Cleber Tobias, registrando nossos momentos para ficarem marcados no site Amigo do Ciclista. Obrigado a Luciana e seu Ximenes, que se doaram para nos dar apoio logístico e emocional durante a viagem. Obrigado a todos os gigantes e heróis companheiros, que pedalaram juntos por 170 Km, vencendo a altimetria do relevo local, com subidas que pareciam intransponíveis, o calor, a chuvarada do sábado, a estrada empedrada e esburacada. Obrigado ao, outrora meu amigo, Maico Cella, de Santa Catarina, hoje com toda a certeza amigo de todos nós, por ter vindo de tão longe para vivenciar tão maravilhosos momentos. Obrigado ao Sushi Rosa Sun, a Casa das Bicicletas, Gilberto Walker e Diego Morais, pelo apoio financeiro que nos deram. A imprensa escrita e falada, que nos cederam espaço para a divulgação do evento, o que permite que nossas palavras, aventuras e desafios, possam chegar a toda a população”.

“Ficam aqui nossos agradecimentos e o convite para participar do Seminário Internacional de História, Educação e Turismo, em Caibaté, nos dia 8, 9 e 10 de novembro, e também da 18ª Caminhada da Trilha dos Santos Mártires, que iniciará no dia 11 de novembro”. (Texto da Associação Pró-Giro Bike Clube)

Comentários

Nenhum Comentário. Deixe o seu comentário!

Mais notícias em Geral