28/12/2018 às 10:19
Moradores das ruas Marechal Floriano, Monsenhor Wolski e Hipólito Ribeiro pedem à RGE a troca do transformador instalado naquela região da cidade

Cortes no fornecimento de energia elétrica se tornaram constantes e danos são generalizados em eletrodomésticos, além do desconforto causado pelo calor intenso

Moradores das ruas Marechal Floriano, Monsenhor Wolski e Hipólito Ribeiro pedem à RGE a troca do transformador instalado naquela região da cidade
Apagão tem sido constante na região da cidade

O problema se manifestou inicialmente com uma sucessão de cortes no fornecimento de energia elétrica em uma região da cidade formada pelas ruas Marechal Floriano, Monsenhor Wolski e Hipóllito Ribeiro, alcançando ainda áreas adjacentes, como a Rua General Câmara. Esses cortes eram de curta duração, incômodos, mas logo superados. Essa fase inicial do problema se ampliou quando a alta tensão entrou na baixa tensão do transformador, causando a inutilização de aparelhos eletrodomésticos em várias residências, no encontro das ruas Marecheal Floriano/Hipólito Ribeiro. De acordo com moradores, foram três ocorrências em poucos dias.

 

Paulo Rogélio Tarnowski reside na Rua Hipóllito Ribeiro, 2289, e integra a região que sofre as consequências de um transforsmador que aparentemente não consegue atender a demanda de energia naquele ponto da cidade. Foi ele que nos passou as informações sobre o problema que alcança as residências da Rua Hipólito Ribeiro desde a esquina do Posto Shell até uma quadra antes do Polivalente, e de residências na Rua Marechal Floriano em uma série de quadras desde a esquina com a Rua Hipólito Ribeiro, na direção do centro da cidade, onde alcança as residências da Rua Monsenhor Wolski.
 
 
Paulo Rogélio declarou que essa situação se torna cada vez mais grave, e até agora, a RGE, concessionária na distribuição de energia elétrica nesta cidade, não informou os interessados em torno de uma solução para o caso. Para quem está passando privações por falta de energia elétrica e eletrodomésticos avariados, a situação está se tornando insustentável, especialmente em função das temperaturas elevadas que se fazem sentir com a chegada do verão.
 
 
Tarnowski informou que a RGE iniciou o levantamento dos prejuízos nas residências atingidas pelas limitações do transformador, mas esse trabalho ainda não teria sido concluído. Ele não tem notícias sobre as indenizações. A ocorrência mais recente foi quinta-feira à noite. Tarnowski chegou em casa e logo depois caiu a transmissão de energia elétrica, situação que perdurou durante toda a noite. Ele considera a situação insustentável. Para quem sofre as consequências do problema, a impressão é de que o transformador não armazena carga de energia elétrica para atender a demanda daquela região da cidade. Inclusive temos notícias de que um idoso, residente na Rua Marechal Floriano, passou mal durante a noite, em função da calor reinante em sua residência. Os moradores prejudicados aguardam uma solução da RGE.   
 
 
 

Comentários

Nenhum Comentário. Deixe o seu comentário!

Mais notícias em Geral