28/12/2018 às 11:40
Jovem advogado filho de são-luizenses lança o livro “A Natureza Jurídica do Bitcoin”, a moeda virtual
Jovem advogado filho de são-luizenses lança o livro “A Natureza Jurídica do Bitcoin”, a moeda virtual
A partir da esquerda, os pais Cleonar e Nara, Matheus e a irmã Vitória

Jovem advogado filho da conterrânea Nara Parchen Tomé e seu esposo Cleomar Dreon Tomé, brilha intensamente no mundo jurídico gaúcho com seu pronunciado conhecimento no campo do Direito. Trata-se de Matheus Parchen Dreon Tomé, integrante da Turma de Direito da PUC-RS, formada em 2017. Mas para se referir ao filho, é preciso antes citar sua origem.

 

OS PAIS - Quem é cliente da agência do Banrisul em São Luiz Gonzaga, deve lembrar da jovem Nara Parchem, na época solteira, fazendo o atendimento de clientes. Ela pertence a família tradicional desta região e logo se destacou pela qualidade do seu atendimento aos clientes do banco. Transferida para Porto Alegre, casou com Cleomar Dreon Tomé. Nara atualmente é advogada e proprietária de uma ervateira, a Nutrimate, na cidade de Arvorezinha. Da união de Nara e Cleomar nasceu Matheus, hoje com 22 anos.
 
QUEM É O AUTOR - Com apenas um ano de militância na advocacia, integrando o quadro de prestigiado escritório de advocacia, Matheus acaba de lançar livro sobre “A Natureza Jurídica do Bitcoin”, a moeda virtual que surge como uma nova oportunidade para preservar o valor de reservas financeiras. 
 
Ele é considerado um prodígio na compreensão e domínio dos caminhos virtuais que chegam a área financeira, entre eles o Bitcoin, a moeda que surge com a missão de preservar valores, atendendo a diversidade de moedas existentes em todo o mundo. O Bitcoin é uma síntese, que atende a todos. Mas para conhecer os meandros desse avanço tecnológico, é preciso se debruçar nas informações existentes. Matheus fez isso e se tornou um especialista em Bitcoin. Esse conhecimento adquirido foi facilitado porque Matheus, embora sua pouca idade, além do domínio da linguagem jurídica é poliglota, comunicando-se em francês, alemão, inglês e espanhol, além da lingua-mãe, a portuguesa, com absoluta naturalidade.
O exemplo de Matheus é um fato único. Aos 22 anos, um ano do exercício da advocacia, editou um livro sobre moeda virtual, “A Natureza Jurídica do Bitcoin”. O livro tem dois prefácios, o que é incomum, assinado por dois professores do Curso de Direito da PUC, onde se formou, Ney Fayet Junior e Pedro Adamy.
 
Ney Fayet Júnior registra o talento de Matheus e o domínio do conhecimento jurídico. Pedro Adamy, por sua vez, diz que “Matheus Tomé , com esse trabalho de estreia, faz uma análise aprofundada da natureza jurídica das moedas virtuais e das consequências jurídicas advindas da definição da natureza delas. Com argumentos sólidos, baseados no direito positivo, e não em meras opiniões, o autor consegue traçar um fiel panorama jurídico aplicável às moedas virtuais”.
 
O conteúdo do livro tem uma introdução e é dividido em capítulos: Noções introdutórias sobre o Bitcoin, A Natureza Informática do Bitcoin, A Natureza Econômica do Bitcoin e A Natureza Jurídica do Bitcoin. O livro tem 123 páginas e tem um formato agradável, com páginas medindo 17x12cm. A obra é editada pela Elegantia Juris, de Porto Alegre.
 
Na página do agradecimento, Matheus agradece aos pais e à irmã, “minha fonte de inspiração”. O agradecimento se estende a vários colegas e amigos, com quem compartilhou o desafio que representou a produção desse livro. 
 
 
 

Comentários

Nenhum Comentário. Deixe o seu comentário!

Mais notícias em Geral