04/04/2019 às 15:37
Marianita Ortaça lança linha de camisetas unindo cultura gaúcha, legado missioneiro e psicologia positiva
Marianita Ortaça lança linha de camisetas unindo cultura gaúcha, legado missioneiro e psicologia positiva
Uma das camisetas da coleção Marianita Ortaça - Foto de Brenda Quevedo

 

 

A marca de camisetas personalizadas Marianita Ortaça nasceu no final de 2018. No site, a cantora, gaiteira, percussionista e psicóloga, explica: “Somos uma marca de moda consciente, gaúcha e missioneira. Baseado no empreendedorismo positivo e consciente, nosso modelo de negócio vai além do convencional: espalhar mais do que moda, mensagens que vem com um propósito além do vestir. Com um trecho da primeira composição do pai, o cantor missioneiro e mestre da cultura popular brasileira Pedro Ortaça, Marianita se inspirou para o modelo precursor das T-shirts que contém a mensagem: “o meu orgulho é ser parte da terra que me gerou, ser amigo dos amigos, como meu pai me ensinou”.

 

Da admiração pelo legado do pai, do respeito pelas suas origens culturais, por sua trajetória em meio musical e sua caminhada como psicóloga que estuda, aplica e divulga a ciência da felicidade, surgiu a ideia de unir e transmitir tudo isso, e nada seria melhor do que uma peça de roupa, que refletisse valores e a essência de quem a usa. Marianita nos conta como surgiu a ideia da marca e os planos para o futuro. Confira!
 
 
 
AN - Você sempre foi considerada uma mulher muito bonita e teve ligação com a moda, inclusive com editorial para a Revista Donna. Como surgiu a ideia de lançar uma linha própria com o teu nome? Há tempo almejava por isso?
Marianita - Sempre procurei me vestir de maneira diferente do convencional e muitas gurias, mulheres me perguntavam e solicitavam uma grife com meu nome... Com o tempo, fui me abrindo para a possibilidade. Eis que agora, final de 2018, concretizei este sonho que é muito mais que moda por moda...
 
 
 
AN - A ideia de uma linha de camisetas personalizadas seria a “pontinha” para uma linha inspirada em roupas gauchescas, no futuro?
Marianita - As camisetas são a ideia principal, pois eu acredito muito no sentimento do gaúcho, do brasileiro, do ser humano... Não acho que um homem seja menos gaúcho por não usar um lenço, e nem que uma mulher seja menos gaúcha por não usar vestido de prenda. O sentimento vai muito além do vestir. As pessoas acabam se identificando e mostrando seu verdadeiro sentimento através de uma estampa... E assim a mensagem se propaga, através de uma peça que todo mundo usa, mas com certeza outros produtos serão lançados.
 
 
 
AN - Cada camiseta tem uma frase, seja destacando a mulher missioneira, e até mesmo ressaltando a música de Pedro Ortaça. Como surgem as ideias e quem mais te auxilia na criação e cores?
Marianita - As frases vêm das músicas de meu pai, que não foge do meu objeto de estudo em psicologia, a ciência da felicidade, aliás, é uma bela junção (cultura gaúcha, legado missioneiro e psicologia positiva)... Todas elas vêm falar da nossa terra e de valores, gratidão, pertencimento, coletividade, enfim... Frases que inspiram... As ideias brotam o tempo todo! Comento com meu marido e sugiro para o Rovian (que é quem passa para o programa - cria a arte com muita sensibilidade).
 
 
 
AN - Hoje, como é a produção das camisetas? Feitas aqui mesmo na cidade ou tem uma empresa que fica responsável pela comercialização e envio das peças ao cliente?
Marianita - A produção é feita por uma fábrica fora do Estado, que atende a todos os requisitos da marca, por exemplo, a responsabilidade quanto ao não trabalho escravo e a qualidade em todos os processos que envolve a camiseta (estonagem, tinturaria, lavagem)... São distribuídas por nós aqui em São Luiz e para todos os Estados do Brasil através do ecommerce.
 
 
 
AN - A coleção já tem quantas peças e quais os planos para 2019? Expandir a coleção? Criar outros tipos de peças como camisas ou mesmo acessórios?
Marianita - São sete peças, sendo duas exclusivamente femininas e o restante unissex. A criação nunca para! Já temos a coleção de verão para o final do ano e 2020. Pretendemos expandir sim, sempre nessa linha, mas com muitas novidades. Nesse inverno ainda teremos bolsas de couro e alpargatas.
 
 
 
AN - Como está sendo a aceitação da tua marca? No site há fotos das pessoas que compraram as camisetas.... Deve ser interessante essa troca com o cliente!
Marianita - A aceitação te confesso que foi surpresa muito positiva com a primeira estampa. E agora, com menos de uma semana de site, com as novas camisetas estamos muito contentes e agradecidos. Essa troca é maravilhosa, porque você faz um produto cheio de amor e carinho e recebe o mesmo retorno. É envolvente e apaixonante.
 
 
 
 
Conheça a coleção no site: www.marianitaortaca.com.br 
 
 
 
 

Comentários

Nenhum Comentário. Deixe o seu comentário!

Mais notícias em Geral