05/07/2019 às 09:35
Secretaria Municipal de Saúde realiza censo vacinal da febre amarela

Equipes da pasta irão visitar localidades da área rural do município para verificar as carteirinhas de vacinação

Nos últimos anos, foram registrados no país, casos de febre amarela e óbitos em decorrência da doença. Mesmo sem ocorrências no Rio Grande do Sul, o Estado está em alerta devido o registro de um caso em Santa Catarina. Intensificando as ações de prevenção da doença, a Secretaria de Saúde realiza um censo vacinal nas localidades no interior do município. A enfermeira Daiani Beniz, esclarece sobre a realização do censo na zona rural do município. “A febre amarela se apresenta em duas formas: silvestre e urbana. A urbana não ocorre no Brasil desde 1942. Frente a isso, o censo será iniciado na área rural, onde ocorre a circulação do foco”.

 

VISITAS

De acordo com a enfermeira da Secretaria de Saúde, Águeda Balbé, nas localidades que não possuem atendimento dos agentes, a equipe da Secretaria de Saúde realizará um cronograma de visitas. Na quinta-feira (4), a equipe esteve no Assentamento São Luiz. Nesta segunda-feira (8), às 9 horas, a equipe da secretaria estará na localidade de Campos do Pontão, na Sede da Associação de Moradores. No dia 11 de julho, a mobilização ocorre na Esquina União, às 13h30min, na EMEF União. “Como o RS está em alerta e queremos evitar registros de casos da doença no município, é importante que as pessoas procurem suas carteirinhas para que sejam avaliadas pelos agentes de saúde. Nas localidades que a equipe não conseguir visitar, pedimos que as pessoas venham ao Centro de Saúde. Sendo assim, imprescindível que a população participe deste censo”, destaca Águeda.
 
 
VACINAÇÃO
Devem realizar a vacina contra a febre amarela, bebês a partir dos 9 meses até adultos com 59 anos, 11 meses e 29 dias de idade. A vacina é em dose única. “Para quem perdeu a carteirinha de vacinação e não lembra se está imunizado, pedimos que venha até a Sala de Vacina do Centro de Saúde. Nos anos de 2007 e 2008 ocorreu uma intensificação da campanha de vacinação de 2001 e nos temos registros nos cadernos que podem indicar se a pessoa foi vacinada. Estamos a disposição da população para que esse censo seja um sucesso!”, afirma a técnica de enfermagem, Lisiane Henrich. O atendimento da Sala da Vacina do Centro de Saúde ocorre de segunda a sexta-feira, das 7 horas até às 13 horas, na Avenida Senador Pinheiro Machado, ao lado da Arte Nossa. Informações também pelo 3352-1238.
 
 
(Larissa Dorneles / AI Prefeitura de São Luiz Gonzaga com informações da SEMSA)
 
 
 
 
 

Comentários

Nenhum Comentário. Deixe o seu comentário!

Mais notícias em Geral