04/01/2019 às 16:38
Vereador Laureano comenta sobre abertura de processo disciplinar do PSDB

Após ser acusado no final do ano passado, pelo Partido da Social Democracia Brasileira – PSDB, de ter ferido regimentos do estatuto e de ter a notícia da abertura de um processo disciplinar contra si, o vereador Laureano Castilho, que à época destacou que não iria se manifestar, por “não ter feito nada em discordância com o partido”, decidiu, dias após o fato tomar repercussão, preparar a sua defesa para o referido processo disciplinar.

 

No entanto, conforme Laureano, desde que protocolou pedido de documentações junto a presidência do PSDB, em 14 de dezembro de 2018, até hoje não recebeu nenhum retorno do partido. Conforme o vereador, as documentações solicitadas são de grande importância para que se possa preparar a defesa para a acusação imputada pelo partido. Mais do que isso, os referidos documentos seriam para comprovar o devido rito legal exercido pelo PSDB para a abertura do processo disciplinar.
 
PEDIDO - Conforme ofício do vereador Laureano, recebido pelo presidente do PSDB de São Luiz Gonzaga, Vicente Diel, em 14 de dezembro de 2018, foi solicitada a cópia da Ata de Reunião com as devidas comprovações de convocações e ciências de todos os membros da Executiva Municipal do PSDB, bem como cópia de todo o procedimento onde conste o resultado da abertura de processo disciplinar.
 
Segundo Laureano, o partido o acusa de contrariar o estatuto. Para o edil, as ações e tomadas de decisões junto ao Legislativo, fazem parte das prerrogativas da função, inclusive, a opção em integrar uma chapa com vereadores com identificação do modelo de trabalho. Conforme o edil, ele agora busca com transparência todas as alternativas existentes para exercer seu pleno direito de defesa, não recebendo, porém, nenhuma satisfação do partido até hoje. (Assessoria de Comunicação - Pâmela Moraes - Jornalista MTB 17132/RS)
 
 

Comentários

Nenhum Comentário. Deixe o seu comentário!

Mais notícias em Política